Nega pensa que é Ken

Figurinha com piada de negro no WhatsApp é crime, segundo Ministério Público do DF

A ânsia de criar um mundo de 'faz-de-conta' ganha cada vez mais jurisprudência. Nego viaja

Publicidade

O Núcleo de Enfrentamento à Discriminação, do Ministério Público do Distrito Federal, afirma que as figurinhas do Whatsapp que tem a palavra “nego” configuram crime de racismo e injuria racial.

“As pessoas precisam estar cientes de que essas figurinhas não são uma brincadeira. Elas expressam preconceito, racismo e passá-las adiante pode configurar crime de racismo ou injúria racial”,  afirma a promotora Mariana Silva Nunes.

As figurinhas são essas abaixo, mas não ria porque você pode se tornar um criminoso.

Pelo visto a promotora Mariana Silva Nunes não tolera quando ‘nego’ ri.


Saiba o que está por trás da CPMI das Fake News, o tema mais urgente do ano, em nossa nossa revista.

O Senso Incomum agora tem uma livraria! Confira livros com até 55% de desconto exclusivo para nossos ouvintes aqui

Faça o melhor currículo para arrumar um emprego e uma promoção com a CVpraVC

Compre sua camiseta, caneca e quadro do Senso Incomum em nossa loja na Vista Direita

Conheça a loja Marbella Infantil de roupas para seus pequenos (também no Instagram)

Faça os cursos sobre linguagem e sobre Eric Voegelin (e muitos outros) no Instituto Borborema

Faça gestão de resíduos da sua empresa com a Trashin

Siga-nos no YouTube Instagram

Publicidade
Sem mais artigos