Digite para buscar

Lacrarte

Yale cancela curso de arte renascentista por ser “branco demais”

Prestigiada Universidade também alegou que a história renascentista é "demasiadamente masculina"

Avatar
Compartilhar
Arte, Yale

A Universidade Yale, uma das mais importantes do mundo, anunciou na última sexta, dia 31, que cancelará o curso de pesquisa “Introdução à História da Arte: do Renascimento até a Modernidade” por ser “branco demais”.

O presidente do departamento de história da arte, Tim Barringer, disse que o curso foi muito famoso décadas atrás, mas hoje não corresponde a expectativa dos alunos:

“Essa mudança é a resposta mais recente à inquietação dos estudantes em relação a um ‘cânone’ ocidental idealizado: um quadro de artistas predominantemente brancos, europeus e masculinos.”

No novo planejamento, a universidade oferecerá um curso de história da arte remodelado, que questione o critério artístico ocidental e contemple arte de outras culturas, povos e etnias.

O departamento de história da arte de Yale anunciou que o novo modelo do curso animou os alunos e que as matrículas dispararam neste semestre.


Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Assuntos:
Avatar
Oliver

Oliver é dropista, podcaster e palestrante. Twitter: @Oliver_talk

  • 1