Absurdo

Paulo Pimenta diz que Moro é “capanga de miliciano”

Claro, se a população normal trabalhadora disser qualquer coisa MUITO MAIS LEVE, será considerado "ataque", "discurso de ódio" e, ehrr, "milícia"

Publicidade

O deputado petista Paulo Pimenta acusou ontem, dia 16, o ministro Sérgio Moro de ser “capanga de miliciano”, no caso, o miliciano seria o presidente Jair Bolsonaro.

“Mulher de Moro diz que ele e Bolsonaro são ‘uma coisa só’ A gente já sabia isso: a diferença é que um é miliciano e o outro é capanga de miliciano.”

A acusação, publicada no perfil do Twitter do deputado, compartilhava uma matéria do portal de extrema-esquerda Diário do Centro do Mundo.

O conteúdo da noticia junta alguns trechos da entrevista que Rafael Moura, do Estadão, realizou com a esposa do ministro da Justiça, Rosangela Moro:

“Ela [Rosangela] opta pela diplomacia quando a reportagem lhe indaga como se define. Bolsonarista ou morista? “Sou pró-governo federal. Eu não vejo o Bolsonaro, o Sérgio Moro. Eu vejo o Sérgio Moro no governo do presidente Jair Bolsonaro, eu vejo uma coisa só.”

Em tempo: em janeiro de 2019, Paulo Pimenta foi acusado pelo próprio primo, Antônio Mário Pimenta, por suspeita de estelionato e lavagem de dinheiro em um esquema que lesou produtores rurais de São Borja em cerca R$ 12 milhões


Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos