LOADING

Type to search

Feminazi

Open Democracy diz que coronavírus mostra que é hora de abolir a família

Site de George Soros diz que propriedade privada atrapalha no controle da pandemia

Avatar
Share
Soros, Open Society, Familia

Bilionário, doador do partido democrata e filantropo nas horas vagas, George Soros é o simbolo da relação promiscua entre socialismo e capitalismo: investe milhões em projetos de esquerda para destruir aquilo que o fez progredir.

No longo artigo escrito em 24 de março na sua ONG Open Democracy, a militante feminista Sophie Lewis, destila todo o seu horror pela instituição da família.

Soros gasta uma grana para manter todo progressismo mais radical dentro de suas fundações:

“As famílias são as panelas de pressão do capitalismo. Nesta crise terá um surto nas tarefas domésticas: limpeza, culinária, cuidados, mas também abuso infantil, abuso sexual, estupro por parceiro íntimo, tortura psicológica e muito mais”, disse Lewis

Nota-se no artigo que a destruição da família é só a ponta do icerberg. O grande mal é a herança civilizacional que é transmitida de geração a geração por pais a filhos.

Alguns podem não ter uma família perfeita como nas novelas, mas até as famílias mais imperfeitas são felizes e infelizes a sua maneira, como está escrito no primeiro capitulo de Anna Karenina, de Tolstói.

Para a militante, a família é a fonte de todos os problemas da sociedade. Como se no convívio familiar só existisse abuso infantil, estupros e, no máximo, um momento de tédio ao executar tarefas domésticas.

Todas as histórias que ouvimos ou vivemos de amor entre pais e filhos, da luta diária em manter união, dos sacrifícios que uma mãe solteira enfrenta para cuidar de suas crianças, são apenas romances de qualidade duvidosa, escritos por sonhadores.

Para Lewis, toda a realidade é reduzida às forças econômicas: “as famílias são as panelas de pressão do capitalismo”. Caso não seja uma maquina de todo tipo de abuso psicológico, a família é uma pequena industria que cria indivíduos alienados para o grande capital.

Neste trecho, percebe-se o ponto de encontro entre a mentalidade feminista de Sophie Lewis e a cabeça dinheirista de Soros: toda a realidade é reduzida à economia.

Em nome da igualdade, Lewis quer destruir todo vestígio do patriarcado que se sustenta por causa do capitalismo.

A feminista, além de não esconder seu ódio pela família, acredita que a pandêmia pode ser usada para propagar a agenda progressista:

“Merecemos melhor que a família. Em tempos de corona é um excelente momento para praticar sua abolição.”

Soros, em nome da sociedade perfeita do amanhã, investe todo o peso de sua maquina capitalista na destruição da família tradicional.

Não é necessário dizer que o bilionário Soros tem uma família tradicional para manter o seu legado cultural.

Não sei sobre a família de Sophie Lewis, mas se o adágio popular estiver certo, o pai dela foi comprar cigarro e nunca mais voltou.


Guten Morgen Go – Primeira Guerra Mundial já está no ar!! Conheça o conflito que moldou o mundo problemático em que vivemos em go.sensoincomum.org!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum

Tags:
Avatar
Oliver

Oliver é dropista, podcaster e palestrante. Twitter: @Oliver_talk

  • 1