Impeachment

Pedido de impeachment de Doria é protocolado na Alesp

Deputado Gil Diniz (PSL) cita ilegalidade e gasto de R$ 42 milhões em Hospital de Campanha, quase 4 vezes mais do que custos do governo federal

 

Foi protocolado na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), na tarde desta quarta-feira, 22, o pedido de impeachment do governador do Estado de São Paulo João Doria.

O documento, elaborado pelo deputado Gil Diniz (PSL), cita ilegalidades cometidas pelo governador.


De acordo com o portal Terça Livre, que obteve a petição com exclusividade, uma das ilegalidades seria o custo superfaturado de R$ 42 milhões em um hospital de campanha que está sendo construído no Complexo do Ibirapuera. A construção terá 7,5 mil metros quadrados, 268 leitos, sendo 240 de baixa complexidade e 28 leitos de estabilização.

O Governo Federal também está construindo um hospital de campanha em Goias ao custo de R$ 10 milhões. São 200 novos leitos, para unidade de tratamento semi-intensivos em um espaço de 10 mil metros quadrados.

“O gasto do Governo Federal é absolutamente menor do que gasto do Governo Estadual, isso frisando que os leitos da casa de saúde federal são mais caros por demandar material clinico de média e alta complexidade. Ora, então por que o Governo do Estado de São Paulo gastará R$ 32 milhões a mais para a construção de um hospital de campanha? O que justifica tal diferença?”, questiona o pedido.

A petição aponta 19 razões para o impeachment do governador. Clique aqui para lê-la.


Guten Morgen Go – Primeira Guerra Mundial já está no ar!! Conheça o conflito que moldou o mundo problemático em que vivemos em go.dev.sensoincomum.org!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum

Sem mais artigos