Cuidados

Suíça, que usa hidroxicloroquina, tem taxa de mortalidade duas vezes menor do que a da França

O Brasil, ainda assim, está com quase 4 vezes menos mortes do que a Suíça. Medicamento será boicotado no SUS por Doria, enquanto sua equipe o utiliza no Sírio-Libanês

A Suíça usa hidroxicloroquina para tratar os infectados com o vírus chinês e, de acordo a reportagem do portal Conexão Politica, a taxa de mortalidade do país é duas vezes menor que a França (0,018% contra 0,041%).

A Dra. Alexandra Calmy, chefe de consultas sobre HIV no Serviço de Doenças Infecciosas no Hospital Universitário de Genebra (HUG), disse que esta é uma abordagem pragmática, pois apesar de não ter dados científicos precisos sobre o remédio, neste momento de emergência é necessário agir com aquilo que tem.

“Temos que admitir que em uma epidemia como essa, temos que trabalhar com o desconhecido. Portanto, não é porque um medicamento não tenha necessariamente demonstrado ser totalmente eficaz que não deve ser administrado, se a balança for a favor da dúvida”, disse Laurent Kaiser, chefe do Departamento de Doenças Infecciosas da HUG.

Na HUG mais 50% dos infectados são tratado com a hidroxicloroquin, já no Hospital Universitário de Lausanne (CHUV), o tratamento é aplicado em cerca de 40% dos pacientes.


Guten Morgen Go – Primeira Guerra Mundial já está no ar!! Conheça o conflito que moldou o mundo problemático em que vivemos em go.dev.sensoincomum.org!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós.

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Publicidade
Sem mais artigos