Coronazi

Pesquisa revela que coronavírus é racista, homofóbico e machista

Pesquisa veiculada no UOL afirma que o vírus chinês tem mais chances de infectar negros, gays e bissexuais

Nesta época de pandemia, a ciência vem sendo utilizada pra fazer demagogia política. Politizaram ainda mais o Covid-19. Não basta o vírus chinês te infectar, ele agora é composto de um DNA racista e um RNA homofóbico.

É o que aponta a pesquisa do coletivo #VoteLGBT, divulgada pelo UOL e rádio CBN, entre outros veículos, que demonstrou que os trans, negros e bissexuais são mais vulneráveis ao coronavírus.

“Foram ouvidas 10 mil pessoas de todos os estados do país. Os pesquisadores usaram como critério o acesso a serviços de saúde, emprego e renda. Quase todos os entrevistados consideraram ruim ou péssima a atuação do presidente Jair Bolsonaro no enfrentamento à pandemia”, informou a rádio CBN no último domingo, 28.

Evidente que, com as perguntas feitas, a pesquisa não foi nem um pouco tendenciosa.


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Publicidade
Sem mais artigos