Digite para buscar

Passarinho azul que come pedra

Conta do Twitter verificada lamenta morte de Elias Maluco

Com a descrição "Da favela para o mundo", usuário de selo azul lamentou morte de Elias Maluco em resposta a tuíte de filha do assassino de Tim Lopes

Avatar
Compartilhar
Conta do Twitter verificada lamenta morte de Elias Maluco. Com a descrição "Da favela para o mundo", usuário do selo azul lamentou morte de Elias Maluco em resposta a tuíte de filha do assassino de Tim Lopes.

Uma conta verificada do Twitter lamentou ontem a morte do traficante Elias Maluco, mandante do assassinato do repórter Tim Lopes. O traficante foi encontrado morto na terça-feia, 22, em sua cela na penitenciária de Catanduva, interior do Paraná.

As contas verificadas possuem um selo azul ao lado do nome do perfil e são atribuídas pela empresa quando “for identificado que ela é de interesse público”, de acordo com as diretrizes do microblog.

Os critérios parecem ser um tanto subjetivos, mas sabemos que pelo menos um deles é bastante claro: se você não for progressista, esqueça o seu selo azul.

Jornalistas conhecidos como Guilherme Fiuza e Augusto Nunes nunca tiveram suas contas verificadas. As exceções são abertas para integrantes de governo ou “conservadores” que pagam pedágios ao progressismo.

Embora o Twitter use a desculpa do “interesse público”, a conta que lamentou a morte do assassino de Tim Lopes é fechada. Não dá pra saber, portanto, quem está por trás do perfil verificado.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1