Digite para buscar

Adeus, bife

Bill Gates quer que países ricos consumam apenas carne 100% sintética

Em entrevista à revista do MIT, Gates explica como pretende moldar o comportamento da sociedade mudando leis e regulamentações já que quem come carne é malvadão e destruidor da natureza

Avatar
Compartilhar
Bill Gates quer que países ricos consumam apenas carne 100% sintética

O bilionário (e atualmente um dos maiores latifundiários dos EUA) Bill Gates expressou seu desejo de que países ricos deixem de consumir carne de verdade e passem a comer apenas proteínas sintéticas. Tudo para salvar a humanidade das “mudanças climáticas.”

Seria este o mais recente experimento do fundador da Microsoft para substituir o churrasco?

Falando sobre seu novo livro, ainda sem versão em português, How to Avoid Climate Disaster (Como Evitar o Desastre Climático, em tradução livre), à revista MIT Technology Review, o “inventor” do Windows deixa clara a intenção de influenciar as políticas públicas dos países ricos para moldar o comportamento da sociedade à sua vontade.

“Você acha que carnes vegetais e cultivadas em laboratório podem ser a solução para a questão das proteínas em todo o mundo, mesmo em países pobres? Ou você acha que não, por causa (…) do amor cultural por um hambúrguer e a forma como o gado é tão importante para as economias em todo o mundo?” pergunta o entrevistador.

“Não, não acho que os 80 países mais pobres comerão carne sintética”, diz Gates. “Eu acho que todos os países ricos deveriam mudar para carne 100% sintética. Você pode se acostumar com a diferença de sabor, (…) [as empresas] vão tornar o sabor ainda melhor com o tempo. Ogreen premium[custo de produção maior da carne sintética] é modesto o suficiente para que você possa mudar o [comportamento] das pessoas ou usar a regulamentação para mudar totalmente a demanda.”

Mas Gates lembra que o mundo real ainda é um empecilho para seus planos. “Existem todas essas leis que dizem que [a carne sintética] tem que ser rotulada de ‘lixo feito em laboratório’ para ser vendida. Eles não querem que usemos ‘carne’ nos rótulos.”

Com informações de Daily Wire, NY Post e MIT Technology Review


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1