Digite para buscar

Não-notícia

Lauro Jardim diz que Jairinho procurou “advogada de Flávio Bolsonaro”

A própria "reportagem" do arauto nega que a advogada tenha sido procurada, mas CLARO QUE TEM QUE ASSOCIAR AO BOLSONARO PORQUE SIM

Compartilhar
Lauro Jardim diz que Jairinho procurou "advogada de Flávio Bolsonaro"

O fofoqueiro de política e negócios d’O Globo, Lauro Jardim, publicou nota com a seguinte manchete: “Caso Henry: advogada de Flávio Bolsonaro foi procurada pela família de Jairinho.”

Das seis linhas de fofoca, em cinco delas o colunista afirma que a família do assassino do menino Henry foi atrás da advogada Luciana Pires, que representa Flávio Bolsonaro. Na sexta linha, diz que a advogada negou ter sido sondada.

O colunista publica uma não-notícia (um criminoso procurou um advogado) só para, de alguma forma, associar um crime hediondo à família Bolsonaro.

Ainda que a advogada tivesse sido sondada ou ainda que ela tivesse aceitado o caso, qual seria o contorcionismo retórico que o colunista iria usar para fazer tal associação? Não dá pra saber, mas numa era em que o jornalismo virou ficção, espera-se qualquer coisa.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1