Narizinho

Gleisi, que não aceita provas contra Lula, acusa Bolsonaro, sem provas, de ligação com assassinato de Marielle

Pela lógica da Gleisi, qualquer pessoa que tenha o sobrenome Silva e tenha um sítio deve ser investigado por corrupção passiva e ativa.

A petista Gleisi “Amante” Hoffmann, em mais uma de suas tantas peraltices pelo país, resolveu insinuar que Bolsonaro, que mora no mesmo condomínio do suposto assassino de Marielle Franco, tem ligações com o assassinato. Seguindo a mesma lógica, se você tem o sobrenome Farias ou Neves, é carioca ou mineiro, deve ter irritação constante no nariz.

Gleise

A insinuação veio depois que a polícia prendeu dois suspeitos de ter participado do assassinato da vereadora Marielle Franco. Um deles tem uma residência no mesmo condomínio de Jair Bolsonaro. Bastou para a esgotosfera tratar Bolsonaro como culpado pelo crime.

Vale lembrar que o ex militante do PSOL, Adélio Bispo, é tratado como um lobo solitário com problemas mentais. O mesmo não se aplica ao suposto assassino de Marielle. O fato de possuir uma residência no mesmo condomínio do presidente é visto por parte da imprensa e por toda a militância de esquerda como prova inconteste da ligação entre eles.

 

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

E faça sua assinatura anual do Brasil Paralelo e tenha acesso a TODO o conteúdo do site!

Publicidade
Sem mais artigos