Terroristas

Cesare Battisti confessa assassinatos. Alguém da esquerda já se desculpou por defendê-lo?

O terrorista Cesare Battisti, queridinho da esquerda brasileira, confessou a participação nos quatro assassinatos que o haviam condenado na Itália. Não espere um pedido de desculpas de quem o defendeu.

Publicidade

 

 

A esquerda ama cadáveres. O terrosrista Cesare Battisti, que passou anos foragido da justiça italiana e desde 2009, sob a proteção dos partidos de esquerda no poder, estava no Brasil, confessou a participação nos quatro assassinatos que o haviam condenado na Itália. A justiça enfim será feita para as vítimas e seus familiares.

A pergunta que fica é: alguém da esquerda já apresentou desculpas públicas por ter defendido um assassino? O presidiário Lula, que tem um twitter a sua disposição, responsável pela acolhida ao terrostista Cesare Battisti, já manifestou seu espanto e sua decepção?

A imprensa, como não podia deixar de ser, contemporizou ao dar a notícia. limitou-se a relatar que Battisti confessou os crimes. Nenhuma crítica ao governo petista que o acolheu, muito menos a membros de organizações de esquerda que o defenderam. Para a esquerda, um cadáver só vale se se puder lucrar politicamente.

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

E faça sua assinatura anual do Brasil Paralelo e tenha acesso a TODO o conteúdo do site!

 

Sem mais artigos