Lacrou

Nem sinal de Wi-Fi: Agora fica claro por que Vervevaldo tirou visto correndo pros filhos

Glenn Verdevaldo pediu visto americano de emergência para os filhos. No jogo de ligar os pontos, fica fácil entender por quê

Publicidade

Ontem ficamos sabendo que Glenn Greenwald, o Verdevaldo, pediu um visto americano de emergência para os filhos adotivos que tem com o seu parceiro David Miranda. Um dos fatos estranhos foi a resposta que Vervevaldo deu quando foi perguntado a respeito do visto no Twitter: um belíssimo de um siricutico.

Primeiro, uma nada convincente desculpa de que sua mãe está morrendo, e de que a pobre mulher quer conhecer os netos. Depois, óbvio, agredir (“atacar”, como é moda dizer) o questionador.

Alguns problemas. Não é exatamente a mãe de Glenn Verdevaldo, e sim sua madastra. Glenn é afastado de sua mãe, judia (Glenn, como se sabe, prefere terroristas muçulmanos e neonazistas a defender judeus).

Glenn Verdevaldo não parece ter uma noção muito clara do que seja “família”, ou ao menos, como é moda, inclusive jurídica, trata as artificiais com o mesmo peso das naturais.

É sempre de se desconfiar de pessoas envolvidas com o pior que a humanidade já produziu, como indústrias de pornografia sado-masoquista, hoje pai adotivo já que a lei brasileira permite o chamado casamento gay e a adoção de crianças por tais casais, de repente tendo sentimentos tão humanos, tão… família tradicional patriarcal machista.

Parece um grande pranto para pouca mãe. Muita religião para um ateu. E, definitivamente, um desequilíbrio completo para uma pergunta tão simples. Sobretudo, o mais interessante: tirar o visto de emergência para os filhos adotivos de Verdevaldo entrarem na América, e ao mesmo tempo nega que vai sair do Brasil. Pode se referir à temporalidade da viagem. Mas essa turma tem sido mestre no ato falho.

Mas, claro, o visto de emergência para entrar na América, exatamente antes da prisão dos hackers, para o homem que tudo vê, pode ser mais facilmente explicável pela Teoria da Mera Coincidência. Como tudo nesse país desde pelo menos o mensalão, sem falar no famigerado Bessias.

————–

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Assine o Brasil Paralelo e tenha acesso à biblioteca de vídeos com mais de 300 horas de conteúdo!

Publicidade
Sem mais artigos