Digite para buscar

Ficção

Stephen King diz que não vota no Oscar pensando em diversidade – apenas qualidade

Escritor abandonado pelo pai, que passou fome com a mãe e irmão e escreveu segurando uma máquina de escrever num trailer foi chamado de privilegiado branco

Avatar
Compartilhar
Stephen King, oscar, arte, diversidade, qualidade

Após a premiação do Globo de Ouro, o renomado escritor Stephen King escreveu na sua conta do twitter que “jamais consideraria diversidade em questão de arte. Apenas qualidade. Me parece que fazer qualquer outra coisa seria errado”.

Como escritor e membro do comitê de votos do Oscar, Stephen King pode votar em três categorias: Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Roteiro Original.


A atitude do escritor de votar apenas por mérito, de acordo com o portal de The Wrap, gerou a indignação da ala progressista da industria do cinema que acredita que a diversidade nos filmes é mais importante do que a qualidade.

“Eu, quando protetores de privilégios como Stephen King ficam cansados de fazer mansplaning e whitesplaning, tuitam para mim e decidem cair fora da minha timeline e arrumar uma vida”, disse a diretora Ava DuVernay.

(O tweet acima foi demorado para traduzir ao português legível, pois a diretora escreve como uma adolescente paulofreiriana.)

Brazucada também não poderia ficar de fora.

O pecado de King foi dizer a verdade.


Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Assuntos:
Avatar
Oliver

Oliver é dropista, podcaster e palestrante. Twitter: @Oliver_talk

  • 1