Digite para buscar

1984

Projeto de lei na Escócia pode proibir a Bíblia por “discurso de ódio”

O projeto de lei conhecido como “Crime de ódio e ordem pública”, criminalizaria qualquer material que faça uma "minoria" se sentir ofendida

Avatar
Compartilhar

Cristãos escoceses alertaram que os ensinamento da Bíblia podem se tornar ilegais. Um projeto intitulado “Crime de ódio e ordem pública” pretende criminalizar qualquer material que desperte ódio contra minorias, informou o portal Estudos Nacionais.

Católicos e evangélicos escoceses temem que o ensino cristão tradicional sobre moralidade sexual, casamento e natureza humana possam se tornar infrações legais caso o projeto vire lei.

Parlamentares conservadores afirmaram que o conteúdo da lei é muito genérico, pois qualquer pessoa que porte material que faça “minorias” sentirem-se ofendidas, pode ser acusado de crime.

O chefe do Gabinete Parlamentar Católico da Escócia, Anthony Horan, alertou que o projeto consagraria a “cultura do cancelamento” em lei: “Uma nova ofensa de possuir material inflamatório pode até colocar a Bíblia e o catecismo da Igreja Católica em tal definição“.


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Oliver

Oliver é dropista, podcaster e palestrante. Twitter: @Oliver_talk

  • 1