LOADING

Type to search

Dia triste

“Estou destruída e querendo a morte”, diz esposa grávida de PM assassinado em SP

O sargento da PM José Valdir de Oliveira Junior foi morto no sábado após tiroteio contra bandido que usava identidade falsa de policial civil

Avatar
Share

Na manhã deste último sábado, Bianca Romando Magri, 23, gravida de gêmeos, esperava seu marido policial voltar da patrulha noturna na Avenida Escola Politélica, próximo da USP.

Antes de seu marido chegar, ela recebeu uma ligação de uma amiga policial que apenas chorava do outro lado da linha. “Eu achei que você já sabia“, disse a colega. Aflita, Magri imaginou que tinha acontecido algo com a sua mãe, mas, após um breve telefonema, descobriu que não era o caso.

Notando que seu marido ainda não havia chegado do trabalho, ligou novamente para a amiga e constatou o pior. “Foi o Junior que morreu?“, perguntou temendo a resposta. “Sim“, disse aos prantos a colega.

José Valdir de Oliveira Junior, sargento da PM, algumas horas antes de voltar para a sua esposa, abordou um Fox ocupado por dois homens. Um dos suspeitos disse que era policial civil.

Junior e mais dois PMs foram verificar se o sujeito fazia parte da guarda municipal.  Durante a averiguação da documentação, o falso policial sacou uma arma e baleou os PMs.

Um dos policias conseguiu reagir e dar um tiro fatal no assassino. Os três foram levados às pressas ao Hospital Universitário, mas não resistiram.

Após o telefonema, Bianca Magri foi levada de avião até Presidente Venceslau, interior paulista, para o velório e sepultamento do marido. Em entrevista ao UOL, disse estar desejando a morte: “Eu preciso do Junior aqui ou que ele me leve junto”.

Magri também é policial e vivia com o sargento há dois anos. No depoimento, ela, grávida de gêmeos lembrou do momento marcante que foi ouvir as batidas dos corações das criança pela primeira vez, junto com seu marido: “A única roupinha que os gêmeos têm, foi ele que deu”, disse emocionada.

O sargento José Valdir de Oliveira Junior, 37, marido de Bianca Romando Magri e pai de gêmeos, estava há 14 anos na corporação.

Os outros dois policiais que faleceram na abordagem foram Victor Rodrigues Pinto da Silva e Celso Ferreira Menezes Junior.

Silva, 29, estava na PM há quase 7 anos. Era casado e deixa a esposa grávida. Celso Junior, 33, iria completar 11 anos na corporação. Era divorciado e não tinha filhos.

O outro suspeito na abordagem, foi detido e está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Tags:
Avatar
Oliver

Oliver é dropista, podcaster e palestrante. Twitter: @Oliver_talk

  • 1