Digite para buscar

Liberdade a torto, censura a direita

Twitter bane Steve Bannon por ‘incitação à violência’

Twitter acha que figura de linguagem é "glorificação da violência", mas não bane Kathy Griffin por exibir cabeça decepada de Trump

Avatar
Compartilhar
Twitter bane Steve Bannon por 'incitação à violência'

O Twitter, que vem censurando deliberadamente grupos conservadores, republicanos e até a imprensa tradicional não alinhada com o progressismo, baniu a conta de Steve Bannon, ex-assessor de campanha de Donald Trump.

O banimento se deu no mesmo dia em que o Facebook baniu um grupo de mais de 350 mil apoiadores do presidente. A desculpa para a medida foi uma fala de Bannon em seu podcast. Após afirmar que em seu segundo mandato Trump deveria demitir o Dr. Anthony Fauci e o diretor do FBI, Christopher Wray, ele brincou:

“Na verdade, gostaria de voltar aos velhos tempos da Inglaterra Tudor. Eu colocaria as cabeças em lanças, certo, eu as colocaria nos dois cantos da Casa Branca como um aviso aos burocratas federais.”

Alegando que a sua fala viola a política de “apologia à violência”, a Big Tech baniu a conta de Bannon. No entanto, a conta de Kathy Griffin, que repostou na quarta-feira, 4, a sua foto segurando a cabeça ensanguentada de Donald Trump, continua ativa.


Seja membro da Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nósVista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1