fbpx

Digite para buscar

"A whole new world"

Disney tira Peter Pan, Dumbo, Aristogatas e outros títulos de perfis infantis graças a “estereótipos”

Depois de instituir um "aviso de conteúdo" a obras como A Dama e o Vagabundo e Mogli por "retratar negativamente pessoas e culturas", Disney Plus retira títulos da categoria "infantil"

Compartilhar
Disney tira Peter Pan, Dumbo, Aristogatas e outros de perfis infantis graças a "estereótipos"

A Disney Plus retirou quatro produções próprias dos perfis infantis – aqueles que contém filtro de bloqueio à conteúdo adulto na plataforma: Aristogatas (1970), Dumbo (1941), a série Família Robinson (1960) e Peter Pan (1953).

Em outubro de 2020, a plataforma de streaming havia incluído nestes filmes e também nos desenhos “A Dama e o Vagabundo (1955)” e “Mogli, o Menino Lobo (1967)”, o seguinte aviso:

“Este programa inclui representações negativas e/ou maus-tratos à pessoas ou culturas. Esses estereótipos estavam errados na época e estão errados agora. Em vez de remover esse conteúdo, queremos reconhecer seu impacto prejudicial, aprender com ele e iniciar conversas para criarmos juntos um futuro mais inclusivo. A Disney está comprometida em criar histórias com temas inspiradores e ambiciosos que reflitam a rica diversidade da experiência humana em todo o mundo.”

O aviso direciona o espectador para a página “Stories Matter” (Histórias importam) do site oficial da Disney, onde se encontram as explicações, reproduzidas abaixo, sobre cada uma das produções:

– Aristogatas: “O gato (Siamês) (Shun Gon) é descrito como uma caricatura racista dos povos do Leste Asiático com traços estereotipados exagerados, como olhos puxados e dentes salientes. Ele canta em um inglês com sotaque fraco, dublado por um ator branco e toca piano com pauzinhos.”

– Dumbo: “Os corvos e os números musicais homenageiam shows de menestréis racistas, onde artistas brancos com rostos enegrecidos e roupas esfarrapadas imitavam e ridicularizavam africanos escravizados nas plantações do sul [dos EUA]. O líder do grupo em Dumbo é Jim Crow, que compartilha o nome das leis que impunham a segregação racial no sul dos Estados Unidos. ”

– Família Robinson: “Os piratas que antagonizam a família Robinson são retratados como uma ameaça estrangeira estereotipada. Muitos aparecem em ‘rosto amarelo’ ou ‘rosto moreno’ e são vestidos de maneira exagerada e imprecisa com penteados de topete, filas, robes e maquiagem facial exagerada e joias, reforçando sua barbárie e ‘alteridade’.”

– Peter Pan: “O filme retrata o povo indígena de uma maneira estereotipada que não reflete nem a diversidade dos povos indígenas nem suas tradições culturais autênticas. Mostra-os falando em uma linguagem ininteligível e repetidamente se refere a eles como ‘peles-vermelhas’, um termo ofensivo. Peter e os Garotos Perdidos dançam, usam cocares e outras fantasias exageradas.”

Deprimente.

Com informações de NJ.com


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1