Digite para buscar

Nem dava pra desconfiar...

Diretor da CNN: “Usamos de propaganda para tirar Trump e instaurar medo”

Charlie Chester, diretor técnico da CNN americana, foi flagrado por James O'Keefe, herói nacional do Project Veritas. Mídia brasileira misteriosamente não reportou o escândalo

Avatar
Compartilhar

“Veja o que fizemos. Tiramos Trump de lá.”

A fala é de Charlie Chester, diretor técnico da CNN americana – canal fechado de notícias que consolidou sua fama internacional na cobertura da Guerra do Golfo nos início da década de 90, mas tem trabalhado incansavelmente para destruir o próprio legado desde a corrida presidencial americana que teve Barack Obama como vencedor.

A fala de Chester é apenas uma confirmação do que qualquer espectador com um quartinho de neurônio a mais já sabia. Só que, como ele mesmo diz, “ninguém nunca diz isso em voz alta, mas é óbvio.”

Alguma duvida sobre a Formação Senso Incomum? Clique aqui e fale com nosso suporte.

O diretor técnico foi flagrado pelo Project Veritas, do jornalista James O’Keefe, que costuma apresentar ao público reportagens investigativas como se fazia antigamente, quando ainda existia o que se costumava chamar de jornalismo.

O Veritas foi um dos poucos veículos que abordou a questão da fraude eleitoral generalizada (que não aconteceu, viu, fact-checkers?!) na corrida que supostamente colocou Joe Biden no Salão Oval.

As “confissões” de Chester mostram que o “jovem idoso” Biden (palavras do diretor) teve um empurrãozinho da CNN americana.

“Nosso foco era tirar Trump, certo? Sem precisar ser dito, era isso mesmo, certo?”, afirmou o diretor.

O vídeo também mostra Chester dizendo que a CNN “criou uma história” sobre a saúde de Donald Trump.

“Trump estava, eu não sei, como se sua mão estivesse tremendo (…). Trouxemos muitos médicos para que contassem uma história (…), que ele estava com problemas neurológicos, que estava perdendo o controle. Ele seria inadequado [para ser presidente dos EUA], sabe… sei lá, a gente estava criando uma história que era só especulação, sabe?”

Segundo o diretor, o próximo foco da CNN após a onda do COVID será usar a arma do amedrontamento do espectador para a conscientização para as mudanças climáticas. “O medo vende.”


Faça parte da Nova Elite Cultural Brasileira​. Assine agora e tenha acesso a 1 ano de conteúdo com R$120,00 de desconto (somente até às 23:59 do dia 18)

Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1