Digite para buscar

Cold War II

Putin ameaça resposta “rápida e firme” se Ocidente usurpar interesses de Moscou

Declaração do líder russo é feita em meio ao aumento explosivo de tensão envolvendo a situação na Ucrânia com nova administração Biden

Avatar
Compartilhar
Putin ameaça resposta "rápida e firme" se Ocidente usurpar interesses de Moscou

O presidente Vladimir Putin advertiu severamente o Ocidente sobre interferências nos interesses de segurança da Rússia e disse que a resposta de Moscou será “rápida e dura” e fará com que os culpados “lamentem profundamente por sua ação.”

O alerta, feito na quarta-feira (21) durante o discurso anual de Putin sobre o estado da nação, veio em meio a um massivo aumento da presença militar russa perto da Ucrânia. EUA e aliados pediram ao Kremlin que retire suas tropas da região.

Moscou rejeitou as preocupações ucranianas e ocidentais sobre o aumento das tropas, dizendo que isto não ameaça ninguém e que a Rússia é livre para movimentar suas forças em seu território.

“Espero que ninguém se atreva a cruzar a linha vermelha em relação à Rússia”, disse Putin. “Aqueles que organizam qualquer provocação que ameace nossos interesses (…) se arrependerão de seus atos mais do que se arrependeram de qualquer coisa por um longo tempo.”

“Nós realmente não queremos queimar as pontes”, continuou o presidente. “Mas se alguém confundir nossas boas intenções com indiferença ou fraqueza e pretendem queimar ou mesmo explodir essas pontes, a resposta da Rússia será assimétrica, rápida e dura.”

Em seu discurso, Putin também apontou os movimentos da Rússia para modernizar seu arsenal nuclear e disse que os militares continuariam a construir mais mísseis hipersônicos de última geração e outras novas armas.

Em uma aparente referência aos EUA e seus aliados, o presidente russo denunciou aqueles que impõem “sanções econômicas ilegais e politicamente motivadas e tentativas grosseiras de impor sua vontade aos outros”. Ele disse que a Rússia tem mostrado moderação e frequentemente se abstém de responder a ações “abertamente grosseiras” de outros.

O governo Biden impôs na semana passada novas sanções à Rússia alegando interferência russa na eleição presidencial de 2020 nos EUA e envolvimento no ataque cibernético a agências federais americanas – atividades que Moscou negou. Os EUA expulsaram 10 diplomatas russos e impuseram novas restrições à capacidade da Rússia de pedir empréstimos internacionais.

“A Rússia tem seus próprios interesses, que defenderemos de acordo com a lei internacional”, disse Putin durante o discurso de quarta-feira. “Se alguém se recusa a entender essa coisa óbvia, reluta em dialogar e opta por um tom egoísta e arrogante, a Rússia sempre encontrará uma maneira de defender sua posição.”

Em uma explosão emocional, Putin acusou o Ocidente de adquirir uma postura desafiadora em relação à Rússia.

“Alguns países desenvolveram o péssimo hábito de intimidar a Rússia por qualquer motivo ou sem motivo algum. Tornou-se um novo esporte ”, disse ele.

O discurso de Putin aconteceu um dia depois de o Comando Estratégico dos EUA apresentar um relatório dizendo que a América tem de se preparar para um possível conflito nuclear com a Rússia ou a China.

O líder russo, no entanto, dedicou a maior parte de seu discurso anual a questões internas, saudando a resposta do país à pandemia do coronavírus.

Com informações da Associated Press e i24 News


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1