Digite para buscar

Liberdade, liberdade

Revista Oeste obriga agência de censura “Aos Fatos” a retirar difamação de “fake news”

Agência de suposto "fact-checking", que permite todas as mentiras da esquerda, atua no âmbito da censura e da difamação. Textos que acusam revista Oeste de "fake news" terão de ser retirados do ar por decisão judicial

Avatar
Compartilhar
revista-oeste

Nem tudo são mágoas nesses tempos orwellianos que vivemos. A revista Oeste, que vem fazendo um trabalho excelente de análise e cobertura jornalística, venceu na justiça sua primeira batalha contra os censores oficiais da mídia. 

As agências de fact-checking, criadas para amparar as mentiras da mídia oficial, atuam censurando e difamando órgãos de mídia independente. Tudo o que fuja ao discurso padrão inventado pelos jornalistas profissionais é tratado como fake news.

A decisão em favor da Oeste contra a agência Aos Fatos – que terá que retirar os textos em que qualifica as reportagens da Oeste como fake news – foi proferida pelo  juiz Marcelo Augusto Oliveira, da 41ª Vara Cível de São Paulo.

Um trecho da decisão, destacada na matéria da própria revista Oeste, descreve bem a forma como atuam essas agências:

“Tem todo direito o jornalista de informar fatos distintos de outro veículo jornalístico, e de discordar, debater ou contradizer o conteúdo de determinada matéria já publicada. Isso é absolutamente próprio de qualquer regime democrático”, escreveu o juiz. “O que se vê, contudo, nas publicações de autoria da requerida, é que o jornalista foi bem mais além: ele não apenas discordou da informação contida nas publicações da autora, como também já lhe atribuiu caráter de falsidade logo no título da reportagem, com o nítido propósito de retirar-lhe a credibilidade perante os leitores, sem a mínima cautela.”

É uma vitória da liberdade de expressão.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1