Digite para buscar

Tensão pré cúpula

Rússia diz que América deve receber sinais “desconfortáveis” de Moscou

Ministro de Relações Exteriores Sergei Ryabkov avisou que política de enfrentamento de Joe Biden deve receber respostas "já nos próximos dias"

Luigi Marnoto
Compartilhar

Na segunda-feira (30/05), o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, declarou que a Rússia deverá enviar sinais “desconfortáveis” aos EUA em um futuro próximo, informou a agência de notícias Reuters.

O aviso de Ryabkov foi uma reação à fala do presidente Joe Biden sobre o histórico de direitos humanos do presidente russo, Vladmir Putin, no domingo (29).

“Vou me encontrar com o presidente Putin em algumas semanas em Genebra, deixando claro que não vamos ignorar e nem e deixá-lo infringir esses direitos”, disse Biden , à CNN.

Os dois líderes mundiais devem se reunir em 16 de junho na Suíça.

“Os americanos devem presumir que uma série de sinais de Moscou (…) serão desconfortáveis para eles, inclusive nos próximos dias” diz uma publicação da RIA Novosti, a agência de notícias Russa que divulga os comunicados oficiais do governo.

Ainda segundo a RIA, Ryabkov também notou que o país estaria pronto para responder às perguntas de Biden sobre os direitos humanos no país e que Moscou estava sendo mais flexível do que Washington quanto à agenda para a reunião de cúpula do dia 16.

A relação entre a Rússia e Estados Unidos anda tensa por vários motivos. Entre eles as críticas do governo americano à prisão de Alexei Navalny, o líder de oposição ao governo Russo. O político vinha denunciando vários atos de corrupção da administração Putin.

Por conta da prisão – e um suposto envenenamento – de Navalny, o governo Biden tomou algumas medidas contra a Rússia no início deste ano, impondo sanções contra o país.

Há também tensões militares entre as duas nações. O ministro da Defesa, Sergei Shoigu, disse na segunda-feira (29) que os Estados Unidos e a aliança transatlântica da Otan aumentaram a atividade militar no oeste da Rússia recentemente, o que exigiu uma resposta de Moscou.

“As ações de nossos colegas ocidentais estão destruindo o sistema de segurança mundial e nos forçando a tomar contra-medidas adequadas”, disse Shoigu, segundo a agência de notícias Interfax.

De acordo com a Reuters, cerca de 20 formações e unidades militares serão formadas no Distrito Militar Ocidental até o final do ano.

No início deste ano, Putin convidou Biden para um debate ao vivo. O desafio do presidente russo veio em resposta à alegação de Biden de que Putin era “um assassino”, durante uma entrevista ao ABC News.

Putin respondeu:

“Eu diria a ele: Desejo-lhe boa saúde. Embora pensem que somos iguais a eles [americanos], somos pessoas diferentes; temos um código genético cultural e moral diferente. Sabemos defender os nossos próprios interesses e trabalharemos com eles, mas nas áreas que nos interessam e em condições que consideramos favoráveis. E eles terão que contar com isso.”

Dia 16 de junho promete.

Com informações de Daily Wire
Crédito da imagem: Kremlin.ru (CC BY 4.0)


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Luigi Marnoto
Luigi Marnoto

Luigi Marnoto é cozinheiro e só não foi guia de cego e bombeiro. Atualmente escreve no Senso em troca de uns caraminguas. É pai e avô quase exemplar e campeão de porrinha.

  • 1