fbpx

Digite para buscar

¡Es tu madre!

Latinos dos EUA rejeitam uso de expressão “latinx”

Progressistas americanos descobrem que neologismo inventado nos corredores de centros acadêmicos incomoda ou ofende até 40% dos hispânicos, segundo pesquisa

Compartilhar
Latinos dos EUA rejeitam uso de expressão "latinx"

Os políticos americanos que quiserem conquistar votos de eleitores hispânicos devem parar de usar o termo “latinx” para se referir ao público latino dos EUA.

Uma pesquisa feita com eleitores latinos mostrou que 40% deles se incomodam ou até se ofendem com o neologismo criado no ambiente acadêmico.

A pesquisa foi conduzida em meados de novembro pela Bendixen & Amandi International, uma empresa Democrata com foco no público hispânico.

Eles descobriram que 30% dos eleitores hispânicos – 24% dos Democratas e 43% dos Republicanos – têm menor probabilidade de apoiar um político ou organização política que use a expressão.

De acordo com o levantamento, apenas 2% dos eleitores hispânicos usam o termo.

Seguindo o resultado da pesquisa, o presidente da Liga dos Cidadãos da América Latina Unidos (LULAC), Domingo García, instruiu toda a equipe da organização e membros do conselho a retirarem a palavra “Latinx” das comunicações oficiais.

“A realidade é que há muito pouco ou nenhum suporte para seu uso e é meio que visto como algo usado apenas por políticos ou acadêmicos”, disse García.

“A LULAC representa José e Maria na rua principal do bairro e precisamos nos comunicar com eles da mesma forma que eles falam uns com os outros”, afirmou García à NBC News.

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1