fbpx

Digite para buscar

Política ou polícia?

Mãe de estuprador “trans” culpa vítima pelo ataque

Adolescente que usava saia e entrou em banheiro feminino de escola é acusado de agressão em uma segunda escola; mãe acusa público de "politizar" caso

Compartilhar
Mãe de estuprador "trans" culpa a vítima pelo ataque

A mãe do adolescente que entrou de saia no banheiro feminino de sua escola e estuprou uma colega culpou a vítima pelo crime de seu filho. As declarações da mulher foram dadas ao jornal britânico Daily Mail.

Segundo a mãe do criminoso, se realmente estivesse sendo estuprada a garota teria tentado reagir. “Se eu estivesse em uma posição em que fosse estuprada, eu estaria gritando, chutando”, afirmou a mulher, que se manteve anônima para preservar a identidade do adolescente, que tem apenas 15 anos.

“Você tem 15 anos. Você consegue se defender razoavelmente”, disse ela.

O caso que aconteceu em uma escola secundária de Loudoun County, estado da Virginia, ganhou repercussão internacional e aumentou a temperatura das discussões sobre ideologia de gênero no ambiente escolar.

Primeiro porque o criminoso teve acesso facilitado ao local do estupro por estar usando uma saia. Segundo porque o conselho educacional do condado tentou encobrir o caso. A situação ficou ainda pior quando o pai da vítima do estupro foi preso por “desordem” durante uma reunião entre pais e conselheiros (foto).

No encontro, os pais questionavam as políticas de transgêneros nas escolas. Um dos membros do conselho mentiu ao afirmar que não havia nenhum registro de agressão sexual nas escolas do condado.

A mãe do rapaz, que tem histórico de assédio desde os onze anos de idade, diz que as pessoas estão transformando o caso em política.

Nisto ela tem razão. Toda a história envolvendo o seu filho e a lambança do conselho educacional alavancaram a campanha do candidato Republicano, Glenn Youngkin, que ganhou o cargo de governador nas eleições da Virginia.

Uma das plataformas de campanha de Youngkin foi justamente o combate a ideologias progressistas – Teoria Crítica Racial e ideologia de gênero – nas escolas.

Leia também:
“Terroristas domésticos”: FBI investigará pais contrários à Teoria Crítica Racial

Imagem: Pai da vítima é preso durante reunião. Crédito: Reprodução/FOX News

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1