Facebooktwittermail

nao-vai-ter-golpe

Nosso amigo Paulo nos enviou uma denúncia gravíssima do que o PT pretende fazer caso o impeachment passe no Senado. As hostes do partido já planejaram e executarão um rito de caos urbano e rural para causar a instabilidade máxima caso o que chamam de “golpe” seja aceito por todas as instituições.

Sabendo que “o povo” inteiro está com o partido do povo, contra a meia dúzia de “elite” que querem o “golpe”, o PT conclama toda a nação para instaurar o caos desordenado enquanto a elite malvada de olhos azuis não refrear seu ímpeto reacionário nazista cunhista temerário para o golpe ditatorial.

Eles dirigirão em velocidade mínima nas estradas. Eles ligarão a cobrar e desligarão a seguir. Eles ameaçam até mesmo tomar banho, o que pode causar um cataclismo terrível como chover canivete ou nevar em Garanhuns!

Existe, para piorar, o risco de greve geral do MST e da CUT, o que pode causar o terrível caos que é a falta de invasões e a CUT não trabalhar, o que será notado por todo o país marcando uma diferença enorme em nossa economia.

Butters-ProfessorChaosAmeaças ainda mais sérias ficam subentendidas, como tocar a campainha e sair correndo.

Trapacear no par ou ímpar.

Responder a chamada com “presunto” ao invés de “presente”.

Comer a salada depois da refeição principal.

Colocar açúcar no lugar do adoçante.

Apertar todos os botões do elevador.

Desenroscar o saleiro do restaurante.

Soltar “pum de braço”.

Colocar uma barata de borracha na cadeira da professora.

Cantar “Com quem será?” na festa de aniversário do Jean Wyllys.

São ameaças que tiram o sono do brasileiro, digo, da elite golpista que quer o impeachment. É melhor cancelar tudo e aceitarmos o PT.

Afinal, depois de mensalão, petrolão, compra de voto para legislar a partir do Executivo, aparelhamento de estatais, morte de Celso Daniel, transformar o STF em escritório de advocacia do PT, escândalo dos aloprados, escândalo nos Correios, escambos com ditaduras bolivarianas, morte de Toninho do PT, pior momento econômico desde 1992, pedaladas de bilhões e bilhões, negociatas do BNDES com Bolsa Empresário, Copa hiperfaturada do 7 x 1, Lula ministro, compra de votos para o impeachment, urnas eletrônicas que trocam voto, rejeição das contas de Dilma pelo TCU, investigação no TSE, compra de silêncio de delatores, petrolífera que dá prejuízo, blogosfera progressista, Dilma Bolada, enfiar porrada nos coxinhas, AGU trabalhando para a presidente, decretos, gastos com sigilo e envenenar a maçã da Branca de Neve, como agüentaremos os petistas ligando o chuveiro?

Melhor cancelar o “golpe”, gente.

Contribua para manter o Senso Incomum no ar se tornando nosso patrão através de nosso Patreon – precisamos de você!

Não perca nossas análises culturais e políticas curtindo nossa página no Facebook 

E espalhe novos pensamentos seguindo nosso perfil no Twitter: @sensoinc

Saiba mais: