fbpx

Digite para buscar

Podcast

Guten Morgen 62: De boas intenções o Congresso está cheio

Toda vez que se critica a esquerda, ela sempre responde que tem as melhores intenções, mesmo com conseqüências desastrosas. Por que ainda insistimos tanto no pior cenário?

Compartilhar
Guten Morgen 62 - Boas Intenções. Podcast do Senso Incomum

Guten Morgen, Brasilien! Com atraso de duas semanas, continuamos um assunto que já analisamos no nosso último episódio: a diferença política entre boas intenções e bons resultados. Em um tempo em que as definições de direita e esquerda estão sendo revistas, e em que novos conceitos estão se impondo no discurso público, vamos adiante para analisar o que está por trás de idéias políticas atuais.

Estamos acostumados a buscar enxergar algumas realidades históricas, filosóficas, antropológicas e mais profundas sobre questões atuais. E nada mais urgente do que observar com mais profundidade a diferença entre os discursos correntes da esquerda e da direita.

E basta perceber que cada ideologia política está preocupada com questões distintas e têm até um vocabulário próprio para determinar o que é o seu bem e o seu mal, o seu norte moral, o que considera que sejam seus maiores problemas. A direita se preocupa com liberdade, moral, segurança e família, enquanto a esquerda se preocupa com igualdade, inclusão, “- fobias” e “-ismos”.

O discurso progressista atual está cheio de boas intenções, não importando os resultados pífios e quase sempre contraproducentes e desastrosos. Por que, afinal, sobretudo jovens ainda insistem na tragédia progressista, crendo que o problema do mundo são conservadores que, afinal, são seus pais, seus avós, seus chefes e todos aqueles que lhes garantem algum sustento e liberdade?

O discurso esquematista é ultra-sedutor, em que um esquema mental é criado à perfeição, mas nada de seus elementos, sua correlação lógica ou seu desenvolvimento corresponde à realidade. Por que ainda insistimos no erro?

Ainda paramos para analisar mais uma vez a atual mudança da mentalidade esquerdista para o progressismo absoluto em casos como o da invasão do prédio da Polícia Federal na Praça do Paissandu em São Paulo, que gerou a tragédia do desabamento com famílias inteiras, e a esquerda tanto se focou nas boas intenções dos líderes invasores que colocaram pessoas em risco de vida para tirá-las da rua, enquanto a direita se focou tanto na defesa da vida.

A produção é de Filipe Trielli e David Mazzuca Neto no estúdio Panela Produtora, com produção visual de Gustavo Finger da Agência Pier. Guten Morgen, Brasilien!

—————

Contribua em nosso Patreon ou Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

[amazon asin=8550802751&template=iframe image2][amazon asin=B076L24CLM&template=iframe image2][amazon asin=8595070288&template=iframe image2][amazon asin=8563160125&template=iframe image2][amazon asin=B077V1VP7M&template=iframe image2][amazon asin=8580333318&template=iframe image2][amazon asin=8567394147&template=iframe image2][amazon asin=8567801087&template=iframe image2][amazon asin=B01ETRGEIG&template=iframe image2][amazon asin=8551003062&template=iframe image2][amazon asin=8594541198&template=iframe image2][amazon asin=859507027X&template=iframe image2]

Assuntos:
Flavio Morgenstern

Flavio Morgenstern é escritor, analista político, palestrante e tradutor. Seu trabalho tem foco nas relações entre linguagem e poder e em construções de narrativas. É autor do livro "Por trás da máscara: do passe livre aos black blocs". Tem passagens pela Jovem Pan, RedeTV!, Gazeta do Povo e Die Weltwoche, na Suiça.

  • 1