fbpx

Digite para buscar

Perdão

“Guardiões da Galáxia” pedem à Disney para reverter demissão de diretor

James Gunn foi demitido após blogueiro chamar a atenção para piadas antigas sobre estupro e pedofilia

Compartilhar

O diretor de cinema James Gunn foi demitido pela Disney neste mês depois que blogueiros de direita, como Mike Cernovich, chamaram a atenção para piadas que Gunn fez no Twitter entre 2008 e 2011 envolvendo estupro e pedofilia. Assim, Gunn não trabalhará no terceiro filme dos Guardiões da Galáxia.

Os nove principais atores do elenco de Guardiões da Galáxia publicaram uma carta aberta nesta segunda-feira (30) expressando apoio a Gunn, embora sublinhando que não defendem as piadas. Os artistas, incluindo Chris Pratt, Zoe Saldana, Bradley Cooper e Vin Diesel, dizem acreditar na sinceridade dos pedidos de desculpas do diretor e esperam trabalhar com ele de novo no futuro. Diz trecho da carta:

“Existe pouco espaço para o devido processo no tribunal da opinião pública. James provavelmente não é a última pessoa a ser colocada nessa corte. Dada a crescente divisão política neste país, é seguro dizer que casos como este vão continuar, embora esperemos que americanos em todo o espectro político possam dar um tempo nos assassinatos de reputação e parar de usar como arma a mentalidade de massas”.

Os dois filmes dos Guardiões da Galáxia, lançados em 2014 e 2017, foram grandes sucessos de bilheteria. Neste ano, os personagens se encontraram com os Vingadores no filme Guerra Infinita.

James Gunn é um militante anti-Trump. O curioso no episódio é que blogueiros e militantes de esquerda vivem praticando a tática de usar tweets e piadas antigas e a mentalidade de massas para assassinar a reputação de adversários.

Leia mais: Quando Hollywood vai voltar a fazer filme, e não propaganda política?

—————

A revista Senso Incomum número 3 está no ar, com a reportagem de capa “Trump x Kim: Armas nucleares, diplomacia e aço”. Assine no Patreon ou Apoia.se!

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Faça os cursos de especiais para nossos leitores de neurolinguística empresarial e aprenda a convencer e negociar no Inemp, o Instituto de Neurolinguística Empresarial!

Conheça o curso Introdução à Filosofia Política de Olavo de Carvalho, ministrado por Filipe Martins na plataforma do Instituto Borborema. Conheça também o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

[amazon asin=8501110825&template=iframe image2][amazon asin=B07684RVL3&template=iframe image2][amazon asin=8581638643&template=iframe image2][amazon asin=B06XC7T18X&template=iframe image2][amazon asin=B01NAUSD9I&template=iframe image2][amazon asin=8576843161&template=iframe image2][amazon asin=B006FUUKPO&template=iframe image2][amazon asin=8592649218&template=iframe image2][amazon asin=859264920X&template=iframe image2][amazon asin=B00ZB5PRS4&template=iframe image2][amazon asin=8592649293&template=iframe image2][amazon asin=8520925944&template=iframe image2]

Assuntos:
Senso Incomum

Senso Incomum é um portal de idéias e opiniões contra a corrente de pensamentos automáticos da última moda. Apenas com uma âncora se pode navegar mais longe, ao invés de boiar à deriva. Siga no Twitter: @sensoinc e no Facebook: /sensoincomumorg.

  • 1