Digite para buscar

You are Fake News, Folha!

Fonte diz que Folha de SP mentiu em matéria que acusava campanha Bolsonaro de fazer disparos no WhatsApp

Reportagem “premiada” de Patrícia Campos Mello é, segundo a fonte da própria jornalista, uma mentira absurda. Hans River, funcionário da empresa de marketing digital, ainda disse que a empresa foi contratada pelo PT quando Lula foi preso

Compartilhar
falha-de-s.paulo_

Mais um duro golpe numa das maiores empresas de Fake News do país. Agora há pouco, na CPMI das Fake News, Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da empresa que, teoricamente, teria feito disparos automáticos de mensagens para impulsionar a campanha de Bolsonaro, a Yacows, disse que a empresa trabalhava para o (música de suspense) … PT.

Hans River ainda disse que Patrícia Campos Mello, a jornalista autora da matéria mentirosa, trabalha para o PT. Deixou claro que não fez campanha para Bolsonaro.

As acusações são graves. Caso se confirme o que Hans River disse, a Folha de SP e sua jornalista tem que ser punidos de forma exemplar.

A população já está cansada das manipulações da grande mídia e de todo o circo montado diariamente para criar crises imaginárias e de dizer que Bolsonaro foi eleito graças às trapaças de sua equipe. A esquerda despreza o jogo democrático e fará todo tipo de jogo sujo para inviabilizar o governo. 

Lembrem-se do que disse Marcelo Freixo, conforme comentado aqui.


fake-folha

Assuntos:
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1