Foice

Até a Folha admite que não foram “robôs” que causaram vitórias de Trump e Brexit

A narrativa de que ou votam na esquerda, ou a democracia foi fraudada é repudiada por cientista de dados citado pelo jornal

Fabio Takahashi, colunista da Folha de São Paulo, publicou uma matéria sobre o cientista de dados e jornalista alemão Michael Kreil, na última quarta-feira, dia 12.

Kreil estudou várias teses acadêmicas que afirmavam que os robôs influenciaram ou foram responsáveis pelas vitórias de Trump em 2016 e de Boris Johnson em 2019.

Os “robôs” são perfis automatizados nas redes sociais que publicam milhares de mensagem favorecendo um candidato. O problema, segundo o cientista, é que o critério para definir um robô é extremamente falho.

“Quanto mais eu pesquisava o tema, quanto mais lia pesquisas acadêmicas, mais eu passava a duvidar da teoria de que os robôs foram importantes” , disse Kreil à Folha.

O cientista citou três trabalhos científicos que defendem a influência de robôs em eleições e rebateu cada um deles. Veja os dados:


Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos