Palavras proibidas

CNN quer banir palavras “racistas” como “lista negra” e “marca negra”

Até mesmo as descrições de "mestre" e "escravo" (ou "macho" e "fêmea") para equipamentos eletrônicos está sendo revista

Em meio aos protestos de vândalos do Black Lives Matter, a CNN dos EUA está se unindo ao Twitter para pedir a remoção de palavras e frases supostamente racistas no idioma inglês, informou o portal Daily Wire na última segunda, 6.

Um dos alvos é o torneio de golfe “Masters Tournament” (Torneio de Mestres), no qual participam os melhores jogadores do esporte. Para a CNN há uma suposta referência racista no nome do evento:

“O nome parece ter sido uma referência para golfistas com grandes habilidades, mas suas conotações colocaram o nome sob escrutínio”. A palavra “master”, ao que tudo indica, está sob o olhar da justiça racial da emissora.

Há duas empresas que pediram o fim dos termos blacklist (lista negra) e (whitelist) lista branca, que são utilizados no setor de tecnologia para se referir à coisas que são bloqueadas ou permitidas:

“Embora as origens desses termos não pareçam estar diretamente ligadas à raça, alguns argumentam que reforçam as noções de que preto = ruim e branco = bom”, informou o jornal.

Outras palavras ligadas à área de tecnologia  como “master” e “slave” (escravo) – referentes a equipamentos eletrônicos que estão vinculados – são problemáticas para a emissora americana.

Os ativistas também afirmam que o termo “blackball” (bola preta), expressão utilizada para votar contra a entrada de um membro para um clube ou grupo, também é racista, pois denigre (opa!) a cor preta.

No Brasil houve uma discussão semelhante atribuindo racismo à expressão “lado negro da força”, da série de filmes Star Wars. Como “negro” era o lado do vilão da série, os tradutores deveriam escolher outra palavra.


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Publicidade
Sem mais artigos