Cansaço

Polícia britânica prende criança de 12 anos por “mensagens racistas”

Menino foi preso por "uma série de mensagens racistas enviadas a um jogador de futebol". Pré-adolescentes precisam de uns tapas, não de algemas, disse revista Spiked

A polícia britânica, que já prendeu um manifestante por dizer que um cavalo era gay, superou os quadros de comédia do grupo Monty Python, segundo a revista Spiked.

Os agentes da região de West Midlands anunciaram a prisão de um garoto de 12 anos por ter enviado “discuso de ódio” ao jogador Wilfried Zaha, do time Crystal Palace:

“[O menino] foi libertado, mas está sob investigação. O racismo não tem lugar na sociedade e estamos tentando entrar em contato com o jogador de futebol para obter uma declaração”, disse a polícia ontem, 13.

Prender crianças não tem a ver com a luta contra o racismo. Um adolescente idiota que é enjaulado por causa de mensagens em redes sociais, apenas afronta o senso comum e a liberdade de expressão. Mais uma razão para abandonar definitivamente leis ilegais e confusas sobre discurso do ódio, diz a Spike.

O jogador, que ficou muito ofendido com uma criança, agradeceu o trabalho da polícia e aos fãs pelo “carinho e apoio” em postagem nas redes sociais:

“As pessoas precisam entender que, independentemente da sua idade, seu comportamento e suas palavras têm consequências e você não pode se esconder atrás das mídias sociais. É importante que as empresas de mídias sociais façam o que fizeram ontem, procurem esses indivíduos e os removam.”


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Publicidade
Sem mais artigos