fbpx

Digite para buscar

Flórida

Escola obriga criança com Síndrome de Down a usar máscara sem consentimento dos pais

Sofia Steele, síndrome de Down, 7 anos, não respira pelo nariz e não sabe falar. Por seis semanas, escola escondeu dos pais que a estava obrigando a usar uma máscara

Compartilhar
Escola obriga criança com síndrome de Down a usar máscara sem consentimento dos pais

Uma criança com Síndrome de Down e sem habilidades de comunicação verbal foi forçada a utilizar uma máscara por seis semanas sem o consentimento dos pais – que só descobriram o fato no dia em que a escola esqueceu de retirar a máscara da criança após a aula.

A denúncia foi feita por Jeffery Steele, pai da menina, Sofia, e relatada pela Fox News, no sábado (23).

“No dia 7 de outubro, Sofia saiu do ônibus escolar com uma máscara molhada de saliva e amarrada em sua cabeça por um fio de nylon”, afirmou Steele. Ele destaca ainda que Sofia respira pela boca, portanto, o uso da máscara é prejudicial à garota.

Steele procurou a escola no dia 12 de outubro para exigir respostas. Ele esperou alguns pois “precisava de um tempo” para se recompor. Foi então que ele descobriu que Sofia estava sendo obrigada a utilizar a máscara havia seis semanas sem que ele ou sua esposa soubessem.

Steele comenta que o comportamento de Sofia estava diferente do usual e que, antes de descobrir o tratamento ao qual a escola estava submetendo a menina, já tinha intenção de conversar e fazer ajustes no Plano de Educação Individual (IEP) de sua filha.

IEPs são planos individualizados para crianças com deficiência, e são garantidos por lei federal. Segundo as regras, estes planos devem ser feitos em conjunto entre os pais e educadores, e não podem ser modificados sem consentimento mútuo. Mas a escola nunca informou que iria exigir uso de máscara.

Localizada em Indian Harbour Beach, condado de Brevard, estado da Flórida, a Ocean Breeze Elementary School implementou a obrigatoriedade de máscaras aos alunos em setembro. O diretor de comunicações estratégicas das escolas públicas de Brevard disse em comunicado que Sofia ganhou isenção de uso de máscara por motivos médicos “assim que a mãe fez o pedido à escola.”

O deputado estadual Randy Fine (Partido Republicano) fez um discurso na Câmara de Representantes, onde ocupa a cadeira de presidente, criticando fortemente o distrito escolar responsável.

“Esta menina sofreu abuso infantil real nas mãos do Conselho Escolar do Condado de Brevard”, disse Fine, que considera a introdução de uma lei com punições severas a quem obrigar crianças a usar máscaras sem o consentimento dos pais.

Com informações de Daily Wire e Fox News

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1