Digite para buscar

Queimadas

Quase 16 mil ONGs atuam na Amazônia e ela continua queimando

Bolsonaro disse: “Eu compro essa briga com as ONGs, com isso de associar o desmatamento com a expansão da fronteira agrícola brasileira." Ah, não, foi o Lula!

Avatar
Compartilhar
queimadas-amazonia

A mídia brasileira continua girando em modo vexame quando o assunto é a atual gestão do presidente Bolsonaro. Os exemplos se avolumam e dão conta do quanto a nossa imprensa age por motivos um tanto mesquinhos, para pegar leve. Os incêndios na Amazônia são um prova do esmero em tentar ligar o presidente aos desastres ambientais.

No centro dessa discussão estão as ONG’s que atuam na região. Supostamente sem fins lucrativos, financiadas por gente muito rica, elas estão presentes há muitos anos e mesmo assim não impediram que a floresta queimasse ao longo do tempo. Talvez porque o real interesse não seja exatamente a floresta, mas o minério do território. O próprio presidente já disse isso, conforme noticiado aqui.

Quando as críticas eram direcionadas ao governo petista, a mídia tratava como um problema de administração e noticiava de forma isenta (veja matéria da BBC), o que não acontece nos dias de hoje, em que toda matéria traz uma crítica explícita à condução do governo. O viés ideológico trava o debate e produz apenas histeria.

A questão amazônica é complexa. As queimadas ocorrem em determinadas épocas e pelos mais diversos motivos, incluindo aí, os criminosos. No gráfico do INPE, vemos que o período de maiores queimadas na amazônia foi no governo Lula.

Pelo que se vê, o que importa não é o que se queima, mas quem queima. As ONG’s continuam por lá, financiadas sabe-se lá por quem e com quais objetivos. A Amazônia é riquíssima e pertence ao Brasil, por isso desperta a sanha de tanta gente boazinha.

Brasil Paralelo – Os Donos da Verdade

Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1