Digite para buscar

Acnes importam!

Alunos são expulsos acusados de racismo por usarem máscara para acne

Estudantes foram acusados de fazer a nazistíssima "blackface". A foto usada para o "cancelamento", na verdade, era máscara para tratamento de pele

Avatar
Compartilhar
Alunos são expulsos acusados de racismo por usarem máscara para acne

A Saint Francis High School, escola católica localizada na Califórnia, EUA, está sendo processada em US$ 20 milhões de dólares por dois alunos expulsos da instituição por serem acusados de racismo após postarem uma foto usando uma máscara verde para tratamento de acne.

A foto foi tirada em 2017, mas reapareceu em junho do ano passado, quando foi usada por justiceiros sociais como um exemplo de racismo dentro da escola.

Um grupo de pais de alunos usou a imagem como evidência de “crianças participando de ‘blackface’ e pensando que tudo isso é uma piada” e exigiu a expulsão dos estudantes.

Os garotos – identificados no processo como A.H. e H.H. – e seus pais alegam que tentaram explicar aos amigos e ao reitor da escola que se tratava de máscaras para acne.

Mas dois dias depois, em 5 de junho, a diretora Katie Teekell teria telefonado para os pais de H.H., dizendo que seu filho não era mais bem-vindo na escola, supostamente argumentando que “não se trata de intenção, trata-se de óptica.”

brasil paralelo

Em 17 de junho, o advogado da escola disse que “o desrespeito da imagem foi tão severo que justificou a expulsão imediata [dos alunos].”

Aberto no Tribunal Superior do Condado de Santa Clara, o processo alega que um dos meninos sofria de acne severa e que um dia antes ele havia tirado uma foto usando uma máscara branca.

Em um comunicado, as duas famílias disseram que “este processo é nossa tentativa de resgatar nossos nomes e reputações e para mostrar a verdade do que realmente aconteceu.”

Os pais também afirmam que tentaram esclarecer o assunto, mas que foram desencorajados pela liderança da escola “que parecia não ter nenhum interesse em buscar a verdade”.

“Em nenhum momento os meninos se envolveram em ‘blackface’, nem tiveram a intenção de fazê-lo ou fingir fazê-lo. Nem A.H. nem H.H. tinham conhecimento do termo ‘blackface’, muito menos o que significava.”

As famílias dizem que foram forçadas a se mudar da vizinhança por conta da perseguição.

Um dos três estudantes que aparecem na imagem não está envolvido no processo.

Com informações de Daily Mail


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1