Digite para buscar

Histórias que nossas babás não contavam

Teatro de Minnesota cancela Cinderela por elenco ser “muito branco”

Ao suspender produção de musical em nome de inclusão, diretor desemprega artistas locais pelo crime de não pertencerem a uma minoria étnica

Luigi Marnoto
Compartilhar
Teatro de Minnesota cancela Cinderela por elenco ser "muito branco"

O Chanhassen Dinner Theatres, sala teatro de Chanhassen, subúrbio de Minneapolis, no Minnesota, anunciou, em um comunicado publicado na segunda-feira, 22, que cancelou uma produção do musical Cinderela, de Roger & Hammerstein. O motivo, segundo o diretor artístico Michael Brindisi, foi o fato de o elenco ser “98% branco”, o que não estaria alinhado com seus objetivos atuais de diversidade, eqüidade e inclusão.

“Após cuidadosa consideração e com nosso compromisso contínuo com a DEI (Diversidade, Eqüidade e Inclusão), o Chanhassen Dinner Theatres tomou a decisão de cancelar a nossa próxima produção de Cinderela. Esperamos retomar o processo de produção com um novo título, nos permitindo colocar em prática um processo baseado no trabalho que temos feito em prol da equidade e da inclusão”, diz o informe.

No mesmo comunicado, o teatro anunciou que, nas próximas produções, irá “convidar (e pagar) artistas BIPOC [negro ou indígena] para trabalhar com nossas equipes criativas e analisar adequadamente os espetáculos sob uma lente anti-racista.”

“Acreditamos que este novo processo nos permitirá contar a história de uma forma rica e nos permitir reafirmar nosso compromisso de consciência de identidade”.

No entanto, se a realidade demográfica racial local for levada em conta, o diretor do Chanhassen Dinner Theatres terá dificuldades em achar um elenco tão diverso para suas produções – Chanhassen tem uma população extremamente branca.

De acordo com o censo mais recente, 92,5% das pessoas em Chanhassen são brancas; menos de 3% dos residentes são hispânicos; enquanto 1,1% são negros. Logo, a demografia racial do elenco não era muito diferente da cidade como um todo.

Mas, para a turminha da agenda politicamente correta, a realidade é um mero inconveniente.

Com informações de Daily Wire


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Luigi Marnoto
Luigi Marnoto

Luigi Marnoto é cozinheiro e só não foi guia de cego e bombeiro. Atualmente escreve no Senso em troca de uns caraminguas. É pai e avô quase exemplar e campeão de porrinha.

  • 1