Digite para buscar

51 Uma Má Ideia

Democratas aprovam projeto de lei para tornar Washington DC o 51º estado dos EUA

Proposta é flagrante tentativa de tomada de poder pelos Democratas para mudar equilíbrio político a seu favor no Senado

Compartilhar
Democratas aprovam projeto de lei para tornar Washington DC o 51º estado dos EUA

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos – atualmente composta por maioria Democrata – aprovou um projeto que tornaria Washington (DC) o 51º estado do país. A proposta agora será enviada ao Senado.

Segundo o deputado Republicano James Comer, de Kentucky, a intenção dos Democratas com a proposta HR 51- Washington DC Admission Act (Ato de Admissão de Washington DC, em tradução livre) é clara: garantir mais representantes do Partido Democrata no senado, hoje com maioria Republicana, posto que DC é esmagadoramente Democrata.

“Vamos ser muito claros do que se trata o HR 51: trata-se de criar duas novas cadeiras Democratas no Senado dos EUA”, disse o deputado durante uma revisão do projeto de lei na semana passada, de acordo com a CNN.

“Este projeto de lei é parte da agenda progressista que o presidente Biden, o líder [Democrata do Senado Chuck] Schumer e a presidente do Parlamento, [Nancy] Pelosi, têm para transformar a América naquela utopia socialista defendida pelo ‘esquadrão’ [grupo ideológico de quatro mulheres da ala mais radical do partido]”, acrescentou.

brasil-paralelo-flavio-

Entre a longa lista de representantes Democratas que apresentaram o projeto, as maiores entusiastas são as integrantes esquerdistas do chamado “esquadrão”: as deputadas Alexandria Ocasio-Cortez, Ilhan Omar, Rashida Tlaib e Ayanna Pressley.

Segundo o portal The Hill, esta é a segunda vez que a Câmara aprova tal legislação em dois anos.

Porém, o projeto enfrenta uma batalha em um Senado com maioria Republicana. Além disso, nem todos os 50 Democratas no Senado concordam em transformar Washington DC em estado, observou o jornal.

O senador Democrata Joe Manchin, da Virgínia Ocidental, por exemplo, não demonstrou nenhum entusiasmo pelo projeto quando questionado pela CNN se ele apoiaria a idéia: “Tenho tantas coisas em meu prato que ainda nem cheguei a isso.”

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, celebrou a aprovação da proposta na quarta-feira, 21:

“Com o HR 51, o Congresso está dando um passo significativo para emancipar o povo de DC e capacitá-lo a participar plenamente de nossa democracia. Mais uma vez, estamos entusiasmados com a aprovação. Vamos comemorar e esperamos que esse impulso ajude a aprovação no Senado para que o presidente possa sancioná-lo.”

O projeto tem total apoio do governo Biden. Em um endosso oficial intitulado “Declaração de Política de Administração” no HR 51, a Casa Branca declarou:

“A administração apoia fortemente o HR 51, a Lei de Admissão de Washington DC. Por muito tempo, as mais de 700 mil pessoas de Washington (DC) foram privadas de representação plena no Congresso dos Estados Unidos. Essa tributação sem representação e negação de autogoverno é uma afronta aos valores democráticos sobre os quais nossa nação foi fundada. O HR 51 corrige esse erro (…).”

“O governo pede que o Congresso providencie uma transição rápida e ordenada para a condição de Estado para o povo de Washington (DC).”

Parece que está em curso a tentativa de se criar uma Brasília americana.

A ver.

Com informações de Daily Wire e The Hill


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Luigi Marnoto

Luigi Marnoto é cozinheiro e só não foi guia de cego e bombeiro. Atualmente escreve no Senso em troca de uns caraminguas. É pai e avô quase exemplar e campeão de porrinha.

  • 1