Digite para buscar

Deep web com selo azul

Jornalista britânica defende pornografia para crianças

Flora Gill, jornalista com perfil verificado, defende criação de site pornográfico para crianças e apaga postagem em seguida, sugerindo que os seus detratores seriam a "latrina do Twitter"

Compartilhar
Jornalista britânica defende pornografia para crianças

Flora Gill (foto), jornalista britânica que ostenta o selo azul de autenticidade em seu perfil do Twitter, postou uma das frases mais abjetas já vistas no ambiente da plataforma.

Jornalista britânica defende pornografia para crianças

“Alguém precisa criar pornografia para crianças. Me ouçam:

Jovens adolescentes já estão assistindo pornografia, mas estão encontrando vídeos hardcore e agressivos que dão uma visão terrível do sexo. Eles precisam de pornografia de nível básico! Um site softcore onde todos pedem consentimento e ninguém fica chocado, etc.”

Ela deletou a postagem, não por arrependimento. Deletou sugerindo que as pessoas que rechaçam a sua estupidez criminosa iriam arrastá-la para a “latrina” do Twitter.

“Absolutamente não quero ser arrastada para outra fossa do Twitter, então apaguei o tuíte antes que ele ganhasse força! Obviamente não é uma solução real, mas é um problema real. Todos respirem fundo.”

Como a situação não melhorou pro seu lado, a jornalista resolveu dar uma das suas soluções para o embróglio e defecou uma última postagem.

“eu realmente acho que se alguém deletar rapidamente um tuíte, ele não deveria ser printado e compartilhado como… deixe-o morrer, sabe? não? ninguém mais concorda?”

Nojo.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1