As feministas são contra punir o estuprador. Elas querem punir você!

Reparem bem no que diz essa feminista. Ela não quer penas mais duras para estupro. Não é disso que ela – e mais alguma coletividade que ela pretende representar, já que usa o verbo na primeira pessoa do plural – está falando.

PUBLICIDADE

Mas se o leitor e a leitora querem saber do que diabos a moça está falando afinal de contas, basta lembrar de como Jason Benham explicou o movimento revolucionário e os discípulos de Saul Alinsky (como Hillary Clinton e Barack Obama) da esquerda americana: “The issue is never the issue. The issue is always the revolution”. Traduzindo: O assunto nunca é o assunto. O assunto é sempre a revolução.

Portanto, quando a esquerda fala em racismo, homofobia, violência contra mulher, imigração, miséria etc., estes nunca são o verdadeiro assunto. O que eles estão discutindo, na verdade, são maneiras de incrementar o seu próprio poder e neutralizar – se possível, definitivamente – os adversários políticos.

PUBLICIDADE

Não era pelos vinte centavos! Não é pelo estupro! The issue is never the issue

Contribua para manter o Senso Incomum no ar se tornando nosso patrão através de nosso Patreon – precisamos de você!

Não perca nossas análises culturais e políticas curtindo nossa página no Facebook 

E espalhe novos pensamentos seguindo nosso perfil no Twitter: @sensoinc

Saiba mais:








  • Rafael Terra

    Como sempre fazem: apropriam-se de causas em comum para toda a sociedade, fazendo parecer que determinados temas ou discussões fossem patrimônio da esquerda. As balelas vão se renovando, atualizando a lavagem cerebral marxista…

  • delvana

    existe uma palestra do professor silvio pereira sobre o livro do saul alinsky .

  • Brasileiro

    Alguém sabe se existe alguma versão traduzida para o português de Rules for Radicals, do Saul Alinsky?

    • Flavio Morgenstern

      Nunca ouvi falar.

Sem mais artigos