Paste your Google Webmaster Tools verification code here

Criaram um perfil satírico de Dilma e uma pessoa reclamou por tentar "se passar" por Dilma. O problema: é um perfil se passando por presidente.

Um perfil satírico de Dilma Rousseff foi criado no Twitter. Não é o Dilma Bolada, que recebia rios de dinheiro via PT e trocava afagos cheios de “querida” com a ex-dignatária, que até voltou ao Twitter para tentar contornar a crise de popularidade que deixou sua aprovação com um dígito. Trata-se de um perfil com uma sátira terrível a Dilma Rousseff: faz mais sentido do que ela, diz coisa com coisa e sabe matemática.

PUBLICIDADE

Uma mulher no Twitter está denunciando a conta. Mas é uma mulher que se auto-declara presidenta (sic) eleita do Brasil, o que também leva qualquer um a crer que se trata de outro perfil satírico. Por sinal, ambos os perfis usam o mesmo nome e imagem: Dilma Roussseff.

O perfil pode ser encontrado como @DilmaRoussef__ e tinha pouco mais de mil seguidores antes do surto do perfil com surtos napoleônicos de dominação nacional. Depois, já triplicou o número. O perfil se apresenta como “PresidentA, ZagueirA, MulherA, EstudantA, PalestrantA, RéA. Perfil reserva:  É uma PARÓDIA PORRA”. Eis alguns tweets:

https://twitter.com/DilmaRoussef__/status/912943763265396736

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Compare-se com os tweets da mulher se passando por presidente:

A mulher denunciante anda com a popularidade tão baixa que avisa até aos que não a seguem, provavelmente por razões higiênicas ou de sanidade.

Aqui, a mulher tenta definir o que é humor, o que é humorístico por si, e fala em “tentativa de ludibriar o leitor”. Não há não rir da piada, já que este perfil tenta ludibriar o leitor sobre quem é o presidente do Brasil, eleito com 54.501.118 votos, 38% dos votos totais.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Já neste tweet, a mulher se passando por presidente lembra os bons momentos do dilmês, quando Dilma Rousseff, a ex-presidente democraticamente impeachada, tentava explicar o óbvio para uma população que sabia do óbvio, obviamente melhor do que Dilma. Também é curioso que tweets completamente zoados consigam se parecer com os de uma ex-presidente com sérios problemas de… bem, de tudo.

Por fim, a noção de Direito da mulher sapiens se passando por presidente rende outra excelente piada: é “ilegal” e “portanto, mal-intencionado” se passar por quem não se é. Por alguma razão qe escapa a qualquer lógica, este perfil se apresenta com faixa presidencial e se auto-declara presidenta (sic). Não seria ilegal e mal intencionado? Talvez seja caso para o Ministério Público investigar. Vai ver, a dona do perfil já está até acostumada.

—————

Contribua em nosso Patreon ou Apoia.se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!

Conheça o curso Infowar: Linguagem e Política de Flavio Morgenstern pelo Instituto Borborema para aprender como a política se faz pelo controle da linguagem e de sentimentos.

Faça sua inscrição para a série Brasil: A Última Cruzada, do Brasil Paralelo, e ganhe um curso de História sem doutrinação ideológica por este link. Ou você pode aproveitar a promoção com as duas temporadas por apenas 12 x R$ 59,90.

Compre o filme O Jardim das Aflições, sobre a obra do filósofo Olavo de Carvalho, por este link. Ou a versão estendida, com mais de 12 extras, por aqui.

  • Gabriel Santos

    9/10

  • Cidadão Jauense

    Como diria aquele meme do Hitler: “Achei ofensivo. Poste mais por favor.”

Sem mais artigos