Sanatório geral

A putaqueparização da esfera universitária

Uma análise sensoincomuniana sobre a (RE) fração mental na produção de teses imbecis que ligam o nada marxista a coisa alguma de Frankfurt no mundinho universitário

Publicidade

O poço nas universidades brasileiras não tem fundo. A piada da vez fica por conta de uma defesa de tese na Universidade Federal do Amazonas. Vale qualquer coisa desde que um Derrida, Deleuse, Foucault, frankfurtianos estejam colocados em destaque.

O filósofo Olavo de Carvalho, que é atacado por essa turma por não ter um diploma, há muito vem alertando para o fato de que as universidades, sobretudo na área de humanas, não estão formando pensadores, mas apenas militantes. A esquerda capturou os postos de comando dessas universidades e não permite que um debate sério e honesto se estabeleça.


As universidade deveriam ser centros de busca e preservação do conhecimento. Instrumentalizadas pela esquerda, tornaram-se centros de agitação política.

Aproveite e ouça o nosso podcast sobre como sobreviver à faculdade.

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

E faça sua assinatura anual do Brasil Paralelo e tenha acesso a TODO o conteúdo do site!

Sem mais artigos