Dois pesos, duas medidas

Netflix retirou filme “Pink” do ar por criticar adoção por “casais” gays em 2017

Filme do diretor Paco del Toro foi considerado "homofóbico" por retratar a confusão de um menino adotado por gays. O Porta dos Fundos aprova?

Publicidade

O filme mexicano Pink, do direto Paco del Toro, foi retirado do NetFlix, em 2017, por ter sido considerado homofóbico pelo Conapred (Conselho Nacional para Prevenir a Discriminação), que fala em nome da “comunidade LGBT”.

Pelo Twitter, o Conapred “saúda a decisão de retirar conteúdo que incentiva a discriminação contra pessoas LGBT”.

A obra conta a história de um casal gay que adota um menino que fica confuso por ter dois pais.

 

O diretor Paco del Toro, de acordo com o portal El Universal, é considerado um cineasta que elabora filmes a partir de um ponto de vista cristão.

————-

Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos