Vandalismo

Black Lives Matter decapita estátua de imigrante que morreu lutando contra a escravidão

O monumento é em homenagem ao Coronel Hans Christian Heg, imigrante da Noruega que morreu lutando contra a escravidão

Ontem, 23, na cidade de Madison, Wisconsin, vândalos do Black Lives Matter derrubaram e decapitaram a estátua do coronel Hans Christian Heg.

Segundo o portal Breitbart, Heg era um imigrante norueguês que morreu lutando na Gerra Civil Americana pela União, que era contra a escravidão.

Isso apenas demonstra, de acordo com o jornalista Paul Joseph Watson, que as estátuas estão sendo derrubadas por ideologia identitária, não por causa da escravidão

A estátua foi decapitada e jogada em um lago próximo.


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

 

Publicidade
Sem mais artigos