Intrigas

Mídia inventa que Bolsonaro quis criar ministério do Temer, depois diz que Bolsonaro “recuou”

O Twitter inteiro já tinha dito que era ideia do Maia. Mas a mídia insiste na regra: cria um espalhafato, depois diz que Bolsonaro "recuou" do que nunca disse

Já faz algum tempo que a grande mídia tenta, sem sucesso, criar atritos entre Bolsonaro e Moro.

Nesta semana, os secretários estaduais pediram ao presidente a possibilidade de recriar o Ministério da Segurança Pública, pois fora unificado com Ministério da Justiça. Bolsonaro disse que estudaria o caso.

A imprensa, para variar, iniciou mais um atrito entre Moro e Bolsonaro.

.

Pronto, foi o suficiente para a mídia sair gritando aos quatro cantos do Brasil que Bolsonaro quer fritar, derrubar e desprestigiar Moro.

Depois de repetidas notícias, Bolsonaro disse hoje, 24, que não recriará o ministério. O que a imprensa disse? Bolsonaro recua.  Usaram a velha regra de criar um espalhafato, depois disseram que Bolsonaro “recuou” do que nunca disse.

O Ministério da Segurança Pública foi sancionado por Temer em 10 de julho de 2018, depois unificado com o Ministério da Justiça pelo atual Presidente da República. E, por algum motivo, Rodrigo Maia, Presidente da Câmara dos Deputados, quer separá-los novamente:

“Maia disse que retirar a Segurança Pública da pasta da Justiça, comandada por Sergio Moro, não necessariamente resultaria na criação de novas despesas. Assim, não teria impacto no orçamento federal. Ele classificou a extinção do ministério, em 2019, como “1 erro.”, escreve o Portal 360.

Claro que por trás, à sombra de Maia, estão os isentões, que a qualquer custo apoiam Botafogo:


Conheça a importância da Primeira Guerra Mundial assinando o Guten Morgen Go – go.sensoincomum,org!

Publicidade
Sem mais artigos