RIP

Herman Cain morre devido ao COVID-19

Ex-candidato presidencial Republicano e co-presidente do Black Voices for Trump foi ativista do Tea Party e trabalhou para a Marinha americana

Herman Cain, ex-candidato presidencial republicano, co-presidente do Black Voices for Trump e empresário de sucesso, morreu aos 74 anos nesta quinta-feira por Covid-19, relatou a Fox News. O republicano começou um tratamento contra o vírus em 1º de julho em um hospital de Atlanta.

Há alguns dias, a equipe de Cain publicou vários tweets informando que o empresário estava se tratando com oxigênio e estava respondendo bem ao tratamento.

Uma antiga funcionária de Cain, Ellen Carmichael, disse hoje pela manhã que ficou muito triste ao saber da morte de antigo chefe e que estava se “preparando para a cruel reação nas redes sociais. Dirão que ele merecia morrer por COVID-19 devido a sua posição política.”

Diagnosticado com câncer de cólon nível 4 em 2006 e, segundos os médicos, com apenas 30% de chance de sobreviver, Cain foi submetido à quimioterapia e se recuperou da doença.

O magnata conduziu com sucesso as redes de fast-food Burger King e Godfather’s Pizza e atuou como presidente do Federal Reserve Bank de Kansas City.

Quando tentou concorrer à presidência em 2012, foi acusado de assédio sexual e má conduta durante seu tempo como CEO da National Restaurant Association no final dos anos 90. Negou as alegações, mas desistiu da corrida presidencial.


Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Publicidade
Sem mais artigos