LOADING

Type to search

Tarda, mas tarda

Princesa Isabel perde processo na Justiça em 2020

Justiça brasileira resolve em tempo recorde processo movido contra a União: 125 anos

Avatar
Share
Princesa Isabel

Isabel de Orleans e Bragança, a princesa Isabel, perdeu um processo na justiça brasileira. Na semana passada o STF decidiu: a Princesa Isabel não tem direito a posse do Palácio da Guanabara, no Rio de Janeiro. O processo foi aberto em 1895, seis anos após o golpe militar que criou a República no Brasil. Foi movido pela princesa, que reivindicava a posse do Palácio onde morava com seu marido, Conde D’Eu, até o dia do exílio da família imperial.

Após a morte de Isabel, em 1921, a família Orleans e Bragança deu prosseguimento à peleja judicial, que se desenrolou até 2018 quando, finalmente, o Superior Tribunal de Justiça deu ganho de causa ao Estado. A família recorreu ao STF, que colocou um ponto final na briga.

Além da demora de mais de um século para a sua conclusão, o processo movido pela princesa que assinou a Lei Áurea tem outro fato curioso. O ministro Luiz Fux se declarou impedido de analisar o caso.

Com relatoria da ministra Rosa Weber – que rejeitou o recurso dos decendentes da família imperial e foi seguida pela maioria da 1a Turma do STF -, o processo se encerrou no final de agosto último, dando fim à mais longa pendenga jurídica da história do país.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Tags:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1