Digite para buscar

Diplomacia

Senado aprova Nestor Forster para embaixada do Brasil nos EUA

Por 47 votos a 3, senadores aprovaram o nome de Nestor Forster para comandar a embaixada do Brasil em Washington

Avatar
Compartilhar
Senado aprova Nestor Forster para embaixada do Brasil nos EUA Por 47 votos a 3, senadores aprovaram o nome de Nestor Forster para comandar a embaixada do Brasil em Washington

O Senado Federal aprovou com 46 votos a favor, 3 contra e uma abstenção, a nomeação do diplomata Nestor Forster para o cargo de embaixador do Brasil nos EUA.

A indicação havia sido feita pelo presidente Jair Bolsonaro em novembro. Forster foi sabatinado pelos senadores em fevereiro, mas a pandemia travou a votação que deve ser presencial, com voto secreto e biometria.

Nascido em Porto Alegre, graduado em História e Letras clássicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Nestor Forster, 56, iniciou a carreira diplomática em 1986.

Brasil Paralelo – Os Donos da Verdade

Na embaixada brasileira em Washington já atuou como chefe do Setor de Política Comercial, chefe do Setor Financeiro e, mais recentemente, encarregado de Negócios.

Durante a sabatina, o diplomata falou sobre a perspectiva de aumento da cooperação militar entre o Brasil e os EUA. Também falou sobre a Amazônia, sugerindo inclusive convidar parlamentares americanos para uma visita à região com o intuito de mostrar a realidade sem os filtros e fake-news que costumam permear o assunto.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1