fbpx

Digite para buscar

Fique em casa e em silêncio

Estudo sugere que algumas palavras espalham mais coronavírus

Universidade de Princeton gasta tempo e dinheiro para tentar provar que a palavra "Republicano" espalha mais o vírus chinês do que a palavra "Democrata"

Compartilhar
Estudo sugere que pronunciar algumas palavras espalha mais coronavírus Universidade de Princeton gasta tempo e dinheiro para tentar provar que a palavra "Republicano" espalha mais o vírus chinês do que a palavra "Democrata"

Pesquisadores da Universidade de Princeton, nos EUA, publicaram na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) um estudo de imensa relevância para a comunidade científica intergalática.

Brasil Paralelo – Os Donos da Verdade

Em um minucioso trabalho de observação do fluxo do ar decorrente da respiração e da fala, os cientistas chegaram à conclusão de que palavras que carregam a letra P jogam o coronavírus até 2 metros à frente da boca.

“Respirar e falar fazem parte de nossas atividades diárias. Utilizamos nossa boca e nariz”, nos elucida trecho da pesquisa

Com estes dados preciosos nas mãos, os cientistas sugerem que as medidas de distanciamento social atuais sejam modificadas: de 1,5m para mais de 2m de distância entre as pessoas, mitigando, assim, a propagação do vírus chinês por assintomáticos.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1