Digite para buscar

Podcast

Guten Morgen 109: Pós-capitalismo – The great reset

A revista Time lançou uma edição com os manda-chuvas do capitalismo propondo o "great reset". Como ficará o capitalismo pós-2020? Ouça no seu podcast preferido!

Avatar
Compartilhar

Guten Morgen, Brasilien! Enquanto as pessoas no rés-do-chão debatem esquerda e direita, com termos imprecisos ou falsificados, tomados de assalto da alta ciência política e escangalhados no baixo reino do jornalismo e das contendas panacas de redes sociais, lá nas altíssimas esferas, entre as pessoas que mandam no mundo, o capitalismo sofre o que está sendo chamado de the great reset.

Antes que as agências de censura travestidas de auto-intitulado “fact-checking” venham chamar isso de “teoria da conspiração” com sua falta de cultura, entendamos: a revista Time, uma das revistas mais influentes do mundo, fez uma edição especial chamada justamente de The Great Reset, advogando por uma reforma do capitalismo depois de 2020, o ano da peste chinesa.

E não é uma escolha de editores, ou uma teoria qualquer que será ignorada duas semanas depois, ou uma mudança de pouca monta, como um imposto ou uma lei de inclusão de mulheres em cargos de CEO: pelo contrário, são as pessoas mais ricas e poderosas do mundo, como Klaus Schwab, líder do Fórum Econômico Mundial, os CEOs do Walmart e do Mercado Libre, Tony Blair, a família real britânica, os donos da Sompo Holdings, a chefe do FMI e outras figuras desta jaez falando abertamente em mudar o capitalismo depois da peste chinesa.

E o alvo, é claro, é cultural e de controle, sobretudo da internet. Para liberais que ainda acreditam que a luta é entre mercado e Estado (sem nunca perceber que o mesmo agente está dos dois lados desde que o mundo é mundo), o prognóstico é de que o propalado great reset está propondo justamente um controle de deixar os comunistas com inveja da vida pública, mas feito por megacorporações privadas.

Também comentamos quem analisou o capitalismo da única forma aceitável para quem quer uma discussão séria: de maneira filosófica. Falamos de G. K. Chesterton e sua teoria do distributismo, que nada tem a ver com teorias “distributivistas” de socialistas e da social-democracia. Afinal, o mundo e os sistemas políticos e econômicos não serão nem um pouco parecidos com o que foram a partir de 2020 – e simplesmente ninguém está discutindo isso. Não deixe de ler seu livro Um Esboço de Sanidade – Pequeno Manual do Distributismo, na Livraria do Senso Incomum.

A produção é de Filipe Trielli e David Mazzuca Neto na Panela Produtora, com produção visual de Gustavo Finger. Guten Morgen, Brasilien!


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Não perca o curso Ciência, política e ideologia em Eric Voegelin, com Flavio Morgenstern.

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Flavio Morgenstern

Flavio Morgenstern é escritor, analista político, palestrante e tradutor. Seu trabalho tem foco nas relações entre linguagem e poder e em construções de narrativas. É autor do livro "Por trás da máscara: do passe livre aos black blocs" (ed. Record).

  • 1