fbpx

Digite para buscar

Fundador do Black Lives Matter abandona movimento após “conhecer a verdade”

Compartilhar

Um dos fundadores do Black Lives Matter na cidade de St. Paul, Rashard Turner, se desligou do grupo após perceber que o objetivo do movimento não era ajudar as comunidades negras ou melhorar a educação em Minneapolis.

De acordo com um vídeo divulgado pelo TakeCharge, um grupo que contesta as ações do BLM e à teoria de que os EUA são um país inerentemente racista, e publicado na semana passada, Rashard disse que se filiou em 2015, mas ficou desiludido cerca de um ano depois.

“Depois de um ano lá dentro, descobri que eles tinham pouca preocupação em reconstruir famílias negras e se importavam ainda menos em melhorar a qualidade da educação para os alunos em Minneapolis.”

Rashard disse ainda que percebeu isso quando o grupo denunciou as Charter Schools [escolas públicas operadas de forma independente que têm a liberdade de projetar salas de aula que atendam às necessidades de seus alunos] ao lado do sindicato dos professores. “Eu aprendi a horrível verdade. A moratória das Charter Schools não apoia a reconstrução da família negra”.

Com informações de The Epoch Times


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1