Digite para buscar

Bom lembrar

Produção de ópio no Afeganistão aumentou após ocupação americana

Em 2014, depois de treze anos de ocupação americana no Afeganistão, produção de ópio no território já havia crescido 35 vezes. Droga é principal meio de financiamento do Talibã

Compartilhar
Produção de ópio no Afeganistão aumentou após ocupação americana

Em treze anos de ocupação, o governo dos EUA não conseguiu diminuir o principal meio de financiamento do Talibã.

Uma reportagem de fevereiro de 2015 publicada pelo portal Breitbart News mostrou dados da ONU sobre área de plantação de papoula e produção de ópio no território ocupado.

Segundo a reportagem, em 2001 o Afeganistão produzia 185 toneladas da droga e, em 2014, este número aumentou para 3,5 mil toneladas. No mesmo período, a área de cultivo da papoula cresceu de 8 mil para 224 mil hectares.

À época da publicação da reportagem, estimativas da ONU sobre os ganhos anuais do Talibã com a indústria do ópio variavam entre US$ 100 milhões a US$ 700 milhões.

“O ópio é a safra comercial mais valiosa do Afeganistão e os opiáceos – ópio, morfina e heroína – são sua maior exportação, com um valor estimado de US$ 3 bilhões a preços de fronteira”, afirmava relatório trimestral do Inspetor Geral Especial para a Reconstrução do Afeganistão, John Skopo.

Com informações de Breitbart News


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Senso Incomum

Senso Incomum é um portal de idéias e opiniões contra a corrente de pensamentos automáticos da última moda. Apenas com uma âncora se pode navegar mais longe, ao invés de boiar à deriva. Siga no Twitter: @sensoinc e no Facebook: /sensoincomumorg.

  • 1